Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2012

Conversando Direito - meu blog atualizado semanalmente

No blog "Conversando Direito", você acompanha posts atualizados por mim, semanalmente.

Clique aqui: Blog Conversando Direito

Para além do Mensalão

Começou nesta semana o julgamento do chamado “núcleo político” do Mensalão. Independentemente do resultado, a grande mídia, há muito, já deu seu veredicto. Em uníssono, os setores conservadores da sociedade brasileira, capitaneados por uma grande imprensa venal, não desejam a condenação dos eventuais corruptos e corruptores – como tenta mostrar. O foco é, numa espécie de golpe branco, atingir mortalmente o Partido dos Trabalhadores. Objetivamente, não podemos concordar com qualquer tipo de corrupção na esfera pública. E se houve corrupção, que os corruptos e os corruptores sejam punidos. Porém, a discricionariedade da cobertura da imprensa enoja qualquer pessoa que tem o mínimo de bom senso. O financiamento das campanhas políticas (origem do mensalão mineiro – o pai - e do mensalão nacional – o grande filhote) continua valendo nas campanhas eleitorais nababescas pelo Brasil afora. Os doadores polpudos (bancos, construtoras e empreiteiras) continuam liderando as listas de doação para par…

Estudo aponta que Ditadura matou 1.196 camponeses, mas Estado só reconhece 29

Imagem
Fonte : Carta Maior) Reportagem de Najla Passos, disponível no site de Carta Maior , informa que a ditadura militar, financiada pelo latifúndio, “terceirizou” mortes e desaparecimentos forçados de camponeses. Um estudo inédito do coordenador do Projeto Memória e Verdade, da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência, Gilney Viana, revela que 97,6% dos 1.196 camponeses vítimas do regime foram alijados do direito à memória, à verdade e à reparação. Os dados serão apresentados à Comissão Nacional da Verdade para embasar investigações que possam alterar este quadro de exclusão. O estudo revela que pelo menos 1.196 camponeses e apoiadores foram mortos ou desaparecidos do período pré-ditadura ao final da transição democrática (1961-1988). Entretanto, os familiares de apenas 51 dessas vítimas requereram reparações à Comissão de Anistia…

Resultados das eleições: outros olhares

Imagem
Terminado o primeiro turno das eleições, vamos aos resultados: BRASIL: Entre as três maiores "forças políticas" que disputam o poder atualmente, o Partido dos Trabalhadores (PT) foi o que mais cresceu nessas eleições municipais.  O partido venceu as eleições em oito dos principais municípios brasileiros e disputa o segundo turno em outros 22. O PSDB já venceu em seis e disputa outros 17. Veja o gráfico abaixo: Fonte:  Uol/Eleições Em números absolutos, a distribuição de votos por partido ficou assim: PT com 17 milhões; PMDB, com 16 milhões e PSDB com 13 milhões de votos. O número de vereadores por partido: o PMDB tem 7870; o PSDB, 5184 e o PT, 5.102. Detalhe: na última eleição o PT elegeu 3206 vereadores; ou seja, o partido teve um aumento de 1896 vereadores, a maior variação positiva entre os grandes partidos. A FORÇA DAS MULHERES O balanço das eleições mostra que em 621 municípios as mulheres vão comandar a prefeitura a partir do ano que vem. Elas representam 11,37% dos 5.463 pref…
O papel da imprensa e outras impressões
Inúmeras e variadas são as análises dos resultados das eleições deste ano. Isto é muito bom e positivo. Com o avanço das redes sociais, os comentaristas de plantão, principalmente alguns velhos donos da verdade – que tentam emplacar seus pontos de vista lastreados numa “unanimidade burra” (favorável aos interesses das grandes elites detentoras do poder econômico) – encontram contrapontos que enriquecem o debate e, em última análise, aprimoram a democracia – que deve conviver, respeitar e promover as diferenças. Este aprendiz de comentarista político, que observa nas redes sociais um espaço para vocalizar seus pontos de vista, também entra nesse mercado persa – onde há liberdade de expressão dos artistas –, mas que para muitos não passa de uma arena do opinódromo. E qual o problema? As redes sociais estão incomodando... Não é a toda e sem motivos que alguns veículos da grande mídia começam uma campanha para deslegitimá-las. Como é difícil convive…